Notícias

Venezuela testa pagamento com celular para enfrentar escassez de dinheiro

por Notícias às 09:20 de 09/10/2017 em Mercado de Cartões

Fonte: UOL NOTÍCIAS - ÚLTIMAS NOTÍCIAS/SÃO PAULO

A Superintendência das Instituições do Setor Bancário da Venezuela (Sudeban) iniciou nesta semana os testes piloto de um novo sistema de pagamento através de telefones celulares para enfrentar a escassez de cédulas de dinheiro no país, informou neste sábado a agência estatal venezuelana "AVN".

O sistema, conhecido como Peer to Peer (P2P), procura "estimular o uso do dinheiro eletrônico e adequar o uso de cédulas no país", já que as pessoas poderão fazer pagamentos e transferências bancárias utilizando o número de telefone celular associado à instituição bancária e a sua cédula de identidade, segundo a agência.

Os usuários poderão pagar por serviços, fazer compras online, consultar seu saldo, fazer movimentos em suas contas, recarregar e fazer depósitos com o aplicativo, com um limite de transação de 800 mil bolívares diários (cerca de US$ 240 na taxa de câmbio oficial mais alta), pelo menos durante o período de testes.

Os venezuelanos enfrentam uma escassez de cédulas de dinheiro pelo suposto contrabando de notas para a Colômbia, entre outras razões, segundo o governo chavista.

Outro fator é a inflação galopante, um índice que não é oferecido pelo Banco Central desde 2015, mas que, segundo o parlamento venezuelano, acumula 536,2% em 2017.

O país sul-americano já registrou pelo menos duas crises por escassez de cédulas de dinheiro nos últimos meses, a primeira em meados de dezembro de 2016, depois que o presidente Nicolás Maduro ordenou a retirada da cédula de 100 bolívares, que era a de maior circulação no país.